terça-feira, 27 de outubro de 2009

A DES-GRAÇA DAS DROGAS!

Olha, estou impressionado! Já estou a par de dados, estatísticas, números funestamente macabros sobre o uso e o alcance de morte das drogas, mas a cada dia, consigo ficar surpreso com a dramaticidade do poder de fogo da dependência química.

A carta do pai do rapaz que matou a sua namorada no fim de semana passada revelou ao mundo um dado que a hipócrita sociedade que vivemos prefere fingir que não é tão relevante! A questão das chamadas "drogas lícitas". Um trecho dessa carta gostaria de salientar aqui:

"Meu filho começou na droga pelo álcool, no colégio, esta droga LEGAL com que a propaganda bombardeia nossas crianças e jovens todo dia, escancaradamente, e que produz milhares de mortes no trânsito, destrói lares, pessoas do bem e é, como se sabe, a primeira droga que os jovens experimentam. A maioria segue pela vida em maior ou menor grau se drogando com ela, o álcool, outros acabam provando das ilegais, sendo que uns fogem delas, outros se viciam numa espiral crescente e veloz. Em geral, passam pela maconha, vão na boca adquiri-la, e os comerciantes, felizes, lhes oferecem um variado cardápio, self-service: cocaína, crack, haxixe, êxtase, ácido..."...

É esta na hora do Brasil "mostrar a sua cara" e combater esse mal em sua raíz: no álcool, no tabaco, nesse discurso mórbido de liberação da maconha (preconizada inclusive por um dos ministros de Estado, e assustadoramente defendida por um ex-presidente ultimamente....). A droga lícita é a porta de entrada para outras drogas ilícitas, na realiddade essa distinção é desnecessária, não importa se aceita ou não na legislação brasileira, droga é droga!

Gente, é tudo assustador! 40% dos usuários de crack são da classe média http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL1355428-5606,00-ESPECIALISTA+DIZ+QUE+DE+VICIADOS+EM+CRACK+SAO+DE+CLASSE+MEDIA.html)! E ai? E as classes C e D de nossa hipócrita sociedade? Quem irá ajudá-los!

Recentemente uma mãe amarrou seus filhos em Porto Alegre, RS para evitá-los de ir à rua procurar drogas! A sociedade logo pensou em punir essa mãe! Quando é que vão tratar o foco da doença ao invés de tentar amenizar seus sintomas?

Eu confesso que estou cansado dessa hipocrisia! Precisamos fazer algo! Você que quer sair das drogas e mora em Angra ou arredores, ligue para um serviço de nossa igreja, denominado "Disque HAJA", (24) 98481777, o líder desse ministério lhe atenderá, fará uma visita e uma proposta de atendimento, encaminhamento e trabalho terapêutico com base nos 12 passos!

Eu não vou ficar calado! Nossa igreja também não! Venha nos ajudar! Dê o seu BASTA!

2 comentários:

Leonardo Almeida disse...

É pastor, triste realidade das duas partes...dos que estão presos a esta des-graça da droga e de nós que estamos reféns desta des-graça de sistema politico que enriquece cada vez mais, enquanto outros estão jogados na sarjeta desta hipocrisia. Que nós levantemos a bandeira da salvação da graça de Cristo acolhendo estes que estão nesta situação... Abraços, Leo

querobeijo disse...

☆ ☆ ☆