quinta-feira, 2 de junho de 2011

AMANHÃ PODE SER TARDE!

"Os homens 'sábios' de hoje, os lideres espirituais, parecem desatentos ao grave perigo que o islamismo agressivo, o comunismo e o secularismo representam para o cristianismo. Um dedo escreveu na parede o aviso para o rei Belsazar. Para o mundo livre, o aviso está sendo escrito com sangue e, mesmo assim, os nossos sábios não conseguem ler". (Richard Wurmbrand)

Hoje está marcada para Brasilia uma manifestação de grandes proporções, representando a força da população evangélica de nosso país numa revolta pública em relação a famigerada PL 122 que estabelece o homossexual como cidadão acima do bem e do mal, suposta vítima de preconceitos mortais de quem tem "medo dos iguais", esse é o significado literal do termo "homofobia". Na realidade tenho pensado, dito e escrito por aqui que trata-se de uma inversão de ênfases, pois na realidade é o homossexual que tem medo do diferente, porque no fundo ele sabe que sua escolha sexual não subsiste ao fato de que Deus (quer eles queiram ou não) não criou o terceiro sexo, pois sua Palavra é taxativa ao dizer: "Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou", Gênesis 1.27.

O que temos assistido desde o primeiro governo Lula até esses dias do governo ainda incipiente de nossa presidente Dilma é o crescimento da iniquidade numa tentativa estatal de mudar o pensamento padrão da população brasileira com o lenga-lenga totalitarista, onde as liberdades individuais são sacadas por conta de ideologias que eles julgam libertárias, mas que na realidade são carnais e impudicas. O que se tem visto na movimentação da orquestração gay é um absurdo sem precedentes. Confesso que não consigo comemorar o fato da presidente ter vetado o "kit gay" pois, logo de súbito o ministro Haddad declarou que até o fim do ano o novo kit já estará pronto. Isto é, vão se retirar um vídeo e outro, uma virgula e outra, mas o conteúdo promíscuo continuará. E, me entristece também saber que a opinião da presidente só foi posta em público, depois de uma pressão política do deputado "ficha suja", Anthony Garotinho que ameaçou claramente pressionar pela convocação do ministro da Casa Civil, o endinheirado Palloci para depor no Congresso sobre seu enriquecimento "extraordinário" (para usar uma expressão do ex presidente Lula) em apenas 04 anos servindo de deputado e consultor de empresas, com vantagens alusivas ao fato de ter acesso à cúpula do poder petista. Isto é, a presidente se viu pressionada por Garotinho, daí a expressão, "o kit é inadequado!". Não foi por convicção e respeito à população decente desse país, mas sim por defesa de seu ministro indecente que ela vetou o referido kit. Política é assim mesmo!

Mas, creio que o nosso posicionamento como profetas do Senhor deve ser sim de protesto! Agora, não consigo me unir ao Malafaia que na eleição passada apoiou o Serra já no primeiro turno, e isso porque tentou beneficiar-se de Marina, que logo não entrou no seu jogo político, e que agora capitaneia essa luta pela derrota do projeto que criminaliza a homofobia! Mas, de todo o modo, baixo minha guarda de críticas para dizer o seguinte: mesmo tendo profundas e sérias divergências com o Malafaia e com alguns outros que estarão em Brasilia hoje no confronto em relação a esse atentado do Estado sobre a familia brasileira, não posso também me isolar a ponto de me colocar como único paladino da verdade e da moral desses fatos! Uno-me sim, àqueles que estão enojados dessa política dúbia em relação aos valores cristãos e tenho que estender minha destra de comunhão aos católicos que também vem militando nesse campo de defesa já há muito tempo!

Faço coro a todos aqueles que, não aceitam o homossexualismo como opção sexual e sim como perversão da ordem criada por Deus para o casamento, e devo deixar bastante claro que essa minha opinião tem como base também o apreço que tenho em relação a quem deseja deixar esse estado abjeto para se tornar uma "nova criatura". Concordo integralmente, e não poderia ser diferente com o apóstolo Paulo que em sua carta aos Romanos já dizia: "Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro."

O homossexualismo é um estado de vida amaldiçoado, pois está debaixo da condenação divina! E creio que a palavra de ordem nesse contexto deve ser: ARREPENDIMENTO! E esse arrependimento deve vir dos dois lados envolvidos nessa questão. Explico: por parte da igreja evangélica brasileira pelo fato de que, em muitos anos praticamente fechamos os nossos olhos para essa questão homossexual, achando que esse não era um assunto para ser considerado, hoje o homossexualismo campeia em nossas igrejas e nós assumimos uma postura de acuamento e não de ataque, em outras palavras, estamos no papel de vítimas do sistema francamente favorável àquilo que tenho chamado de "ditadura gay". Precisamos nos arrepender e sermos sensíveis ao fato de que toda essa barulheira homossexual pode ser também, um pedido de socorro para uma ação mais pastoral e humana em direção a quem deseja sair dessa cavernoso estado de vida!

Mas, arrependimento também de quem se refugia em seu mundo podre, de devassidões sem tamanho, na compreensão cada vez mais equivocada de que se é feliz, amando inversamente! E digo "amando inversamente", porque o homossexualismo é um engano, na realidade um engodo, uma vez que nenhum homossexual irá se sentir completo em sua relação com o outro do mesmo sexo porque falta um "encaixe afetivo" que só pode haver entre um homem e uma mulher. Esse é um fato que os entusiastas da PL 122 não admitem discutir, sabem por que: eles também são mal amados!

É o que eu penso.

4 comentários:

Angélica Fonseca disse...

"Precisamos nos arrepender e sermos sensíveis ao fato de que toda essa barulheira homossexual pode ser também, um pedido de socorro para uma ação mais pastoral e humana em direção a quem deseja sair dessa cavernoso estado de vida!"

Boa colocação Pr.

Marcos Sampaio disse...

Pr. Ezequias,

Olha... Que palavra...

abs.

http://conversaprotestante.blogspot.com

Welington Veiga disse...

Pastor, o senhor tem razão, é importante que nos manifestemos! Acho que agora somos 'cristãos' e todos devemos estar na mesma direção.

Outra colocação interessantíssima do senhor é quanto ao nosso erro enquanto cristãos em termos 'ignorado' essa 'cultura gay' por tanto tempo, a ponto de agora nós precisarmos reivinindicar.

Uma consideração importante que devemos ter cuidado é com o tato, com a nossa maneira de lidar com a questão. Muita gente fala em conversão de ateus, espiritas, homossexuais... mas sem viver como cristão.

Acho que a melhor maneira de mostrar pra eles a graça de Deus é levando uma vida cristã, abeçoada, valorizando nossas famílias, esposas e infelizmente não é isso que eu vejo muitos cristãos fazendo....

É hora de entender que não é com palavaras, é com exemplo, corretude que nós vamos defender a Verdade.

Ótimo texto Pr.
Fique com Deus.

Marcos Sampaio disse...

Em tempo...

O PL/122 e o extermínio da liberdade de expressão.

http://conversaprotestante.blogspot.com/2011/06/o-pl122-e-o-exterminio-da-liberdade-de.html

abs.
Marcos Sampaio