terça-feira, 8 de junho de 2010

RECOMENDO: "O LIVRO DE ELI"!

Ontem assisti um filme belicoso, de inicio sombrio, com cenas fortes de mortes sanguinolentas, mas com um bom enredo. Já havia lido sobre ele em um artigo na revista "Cristianismo hoje" em que exaltava a militância evangélica de seu principal protagonista: Denzel Washington!

O filme fala do resultado apocalíptico de um mundo destruido por uma "grande explosão", uma guerra de proporções bíblicas e a promessa de Deus de que apenas um livro daria inicio a uma nova civilização: e o portador desse livro é justamente, Eli, personagem de Denzel.

Como não poderia deixar de ser o filme narra uma luta contra o mal, no filme encarnado por um ator Gary Oldmann que assombra toda uma cidade e lidera uma gangue que se especializa em assaltos e saques na tentativa de recuperar para o seu governo esse livro poderossísimo, capaz de dar autoridade a quem deseja adquirir a alma das pessoas!

Percebo no filme um espaço midiático do que já temos vivido em nossa sociedade onde o caos impera, justamente pelo afastamento das pessoas em relação ao livro santo: a Bíblia Sagrada. Todos nós somos como "Eli" portadores de uma mensagem, de uma esperança para o mundo, da única possibilidade de um re-começo!

Fico animado em saber que Deus tem contato conosco nesse tempo, e ainda emocionado com a vida de John Knox a quem tive oportunidade de debater hoje em um programa de TV de nossa cidade, posso dizer claramente: que homens verdadeiramente de Deus possam clamar como o grande reformador, quando de seu falecimento em 1572: ele pediu à sua esposa que lesse para ele João 17, "onde", ele disse, "lancei minha primeira âncora".

Onde está lançada a âncora de sua alma?

Espero que seja, no livro de Eli!

8 comentários:

Marcelo Maia disse...

Assistimos esse filme na Conjobacov junto com o Pastor Juan... todos que viram gostaram muito.
Marcelo, ovelha.

Amanda Corrêa disse...

Realmente, filme muito bom!!!

Leonardo Almeida disse...

Simplesmente fantástico, o livro que não pode ser destruido, a Palavra de Deus!!!

Anônimo disse...

assistimos o filme, mas meus irmãos, não se iludam com a mensagem pois ela e a chegada do anti-cristo, que vai vir na forma do cristo cósmico e vai escrever uma nova versão da bíblia, para subjugar os moradores da terra. todos os dois homem que colecionam livros, tanto o mau, e o que se diz do bem, o que mora na ilha tem um mesmo objetivo, o de começar uma nova era, com o poder do livro. esse o a besta que vem do mar, como no filme ele se encontra na ilha de alcatraz.

Anônimo disse...

assistimos o filme, mas meus irmãos, não se iludam com a mensagem pois ela e a chegada do anti-cristo, que vai vir na forma do cristo cósmico e vai escrever uma nova versão da bíblia, para subjugar os moradores da terra. todos os dois homem que colecionam livros, tanto o mau, e o que se diz do bem, o que mora na ilha tem um mesmo objetivo, o de começar uma nova era, com o poder do livro. esse o a besta que vem do mar, como no filme ele se encontra na ilha de alcatraz.

luciano moraes disse...

Estimados irmãos. Que a paz de Cristo Jesus, o Senhor, esteja com vocês. Só tive oportunidade de assistir ao filme "o livro de Eli" recentemente e, percebi ali várias críticas implícitas à Bíblia Sagrada e à fé cristã. O filme diz que a grande guerra aconteceu por causa da Bíblia, o q já é uma ofensa e mostra um homem "cristão" que escutou uma voz(o roteiro não cita que é a voz de Deus)... ele segue o pedido desta voz, mesmo sem compreender nada, e com muita violência defende o livro. A fé dele é cega e sem fundamentação na verdade, ou seja, sem esclarecimento ou profundidade. Ele, personagem,fica indiferente às maldades que vê no mundo(o que Cristo nunca faria) e diz sempre:-isso não é problema seu! - e segue andando. A pergunta é: Você gostaria de ser esse cristão? Indiferente; pouco esclarecido e que segue a voz sem questionar nada? Esse é o olhar do autor do filme para a fé de muitos cristãos... uma crítica ferrenha! A Bíbli, no filme, ainda serve de escapulário, pois nenhum tiro pode acertar o tal Eli. No final a Bíblia é colocada numa estante ao lado do Alcorão e do Torá, se não me falhe a memória, e eu diria que aquele gesto quer dizer: -vai começar toda a confusão novamente!
Um abraço fraternal e a paz de Cristo a todos vocês. Amém!

Anônimo disse...

leia esse site
tem algumas insinuações do anti-cristo no filme!
http://apocalipsetotal.wordpress.com/2010/03/26/as-varias-faces-do-filme-%E2%80%9Co-livro-de-eli%E2%80%9D/

Anônimo disse...

Concordo com luciano moraes.