quinta-feira, 6 de agosto de 2009

FESTA DO MILHO: PESSOAS SÃO A PRIORIDADE!

Está chegando o fim de semana, e com ele virá a nossa 11a edição da Festa do Milho. Estamos envolvidos aqui como igreja nos preparativos finais de nosso evento com um clima de culto e reverência excepcionais. Problemas? Temos! Pendências? Demais. Conflitos? Com certeza. Mas sabe o que entusiama o meu coração? Estar no centro da vontade de Deus ao servir pessoas nessa igreja formidável que é a IBACEN (Igreja Batista Central em Japuiba, Angra dos Reis, RJ).

Tenho dito que há pessoas que passam pela nossa vida e outras (poucas) que nos marcam profundamente! Ao longo de todas as edições de nossa Festa muitas pessoas passaram por nossa igreja e de alguma forma, fizeram história entre nós em suas doações, entregas e colaborações sem medida. Algumas delas não permaneceram conosco, optaram em trilhar outros caminos e, sempre foram livres para isso. Outras ficaram, acreditam que a igreja é mais do que um evento (ou uma série deles). Fica complicado estabelecer algo permanente quando se é fissurado em e-ventos, como se pode depreender dessa nova escrita, ventos que se movem de um lado para o outro, sem consistência e sem senso de história.

Quando olho para algumas fotos como as que temos em nosso site (www.ibacen.com.br) me reporto às mais variadas reflexões sobre as pessoas e me refugio no seguinte entendimento: pessoas devem ser sempre a nossa prioridade enquanto igreja. A nossa Festa do Milho já no sexto ano reuniu uma multidão impressionante de 4 mil pessoas! Nos dois anos seguintes, já contabilizávamos (por escrita oficial) 6 mil pessoas! Chegou o tempo de fazermos uma escolha: continuávamos a crescer e tornaríamos um "evento de ponta" em nossa cidade, fustigando nossos voluntários (membros e congregados da igreja), abrindo mão de nosso gerenciamento ao ceder espaços consideráveis da Festa a iniciativas privadas ou iriamos limitar a nossa Festa no espaço de nosso templo e estrutura.

Optamos pela segunda saida: hoje persistimos como uma Festa "de igreja" com as limitações de todo programa que conta com voluntariado gratuito, mas conservamos a leveza e a beleza de um encontro de amigos, parentes, irmãos e conhecidos em Cristo que se relacionam com simplicidade. No uso de nosso próprio templo como restaurante estamos dando o seguinte sinal: aqui onde semanalmente alimentamos o espírito, agora alimentamos o corpo, isso porque a nossa proposta como igreja é atingir o homem em sua integralidade: corpo e alma-espírito!

As pessoas que gerenciam a Festa o fazem de um coração tão ativo e piedoso que, nem ouso citar os seus nomes (embora tenha sido tentado ao começar o artigo) pois isso quebraria a intenção deles em figurarem no anonimato entre os homens para serem reconhecidos apenas por Deus!

Olha, fica dificil ao menos cogitar de modo sério me distanciar dessa igreja tão amorosa e acolhedora. Somente o Deus Eterno poderá fazer isso! E, eu aproveito para terminar citando Donald Gray no livro que eu estou lendo por esses dias, "a assinatura de Jesus" de Brenan Manning: "Um dos mistérios da tradição do evangelho é essa estranha atração de Jesus pelas pessoas sem atração alguma, seu estranho desejo pelos indesejáveis, seu estranho amor pelos não-amáveis. A chave desse mistério é, naturalmente, o Pai. Jesus faz o que vê seu Pai fazendo, ama os que o Pai ama".

E como igreja nesses dias não podemos fazer diferente! Trataremos e receberemos pessoas de lugares diversos, situações vivenciais variadas e todas, carentes de um toque de amor que receberão pelos nossos mais de 200 voluntários que, trabalharam sábado e domingo (alguns já estão trabalhando desde abril desse ano) para fazer dessa "Festa do Milho" um marco. E saiba que o milho é apenas o pretexto para estarmos juntos. O milho é apenas o convite para vivermos e encarnarmos o Evangelho nesses dois dias. Seja bem vindo na Festa você também!!!

Um comentário:

Danilo Fernandes disse...

Ola irmão!


Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!


Abraços em Cristo e Paz!

Danilo

http://www.genizahvirtual.com/