quarta-feira, 10 de junho de 2009

PENSE BEM ANTES DE SE CASAR!

"Assim já não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou, não o separe o homem". (Mateus 19.6)

O que tem de casamentos que já começaram terminando! Isso acontece quando um homem e uma mulher se unem apenas com base nas concordâncias ocasionais e não suportam quando têm de lidar, o que quase sempre acontece, com discordâncias conciliadas apenas com diálogo respeitoso e paciente.

Tenho crido que nossa geração anda muito apressada! Soube recentemente de um restaurante em Tóquio que se paga pelo tempo que se passa na mesa e não pela comida em si! Sinal dos Tempos! O casamento tem sido encarado em um momento ou outro como mero passatempo e os seus vinculos são rompidos pelas coisas mais insignificantes possíveis. E o que eu fico pasmo é quando a falta de perdão acirra ainda mais a intrigada vida conjugal com "tortas na cara" com sabor de ódio e ressentimentos.

Olha, se você não quer viver boa parte de sua vida perdoando, é melhor não se casar! No casamento aprendemos que perdoar não é opção, é mandamento bíblico e algo indispensável para a boa vida a dois. Nem tudo pode ser levado a "ferro e fogo" no casamento, temos sempre de usar o princípio bíblico de Mateus 18.35: "Assim vos fará meu Pai celestial, se de coração não perdoardes, cada um a seu irmão." Só para lançar alguma luz nesse princípio vamos recordar da história: um servo foi perdoado pelo seu rei em um valor impagável mas não perdoou um valor irrisório de um semelhante. O rei então manda esse servo incompreensivo para a prisão. Dai o principio: Deus também faz assim com quem não perdoa: lança na prisão do ódio e do ressentimento.

Ressentimento é você tomar um cálice de veneno na intenção de que o seu inimigo morra! É estultícia, loucura declarada! O perdão é atitude de quem vence, de quem triunfa em meio aos cataclismas familiares, de quem sabe que é perdendo que se ganha!

Nesse dia dos namorados pensei neste artigo em um contexto de fortes expectativas pelo nosso "Encontro para Casais" que acontecerá no sábado, dia 13/06 às 17 horas aqui em nossa igreja! Fui tomado hoje por um senso de grande responsabilidade para interceder por casais que precisam vencer realidades passadas que ainda atormentam o presente conjugal. São casais escravos do ontem, e que não conseguem viver o hoje de modo triunfante! Quero dar rápidos conselhos a estes:

(a) Não deixe que a dor provocada ontem persista em doer hoje.

É difícil falar isso em poucas palavras mas, você tem o poder de perdoar! Não espere ter sentimentos agradáveis a respeito do seu cônjuge para perdoá-lo. Perdoe e você terá como resultado o transbordamento de sentimentos espirituais em seu peito originados no coração do próprio Deus. Quem disse que o outro precisa mudar para eu perdoar? Certamente não foi Jesus, pois Ele ordenou que perdoássemos "70 vezes 7" e isso não tem a ver com sentimento, e sim com decisão! Decida perdoar, lance mão do seu preciosismo!

(b) Permita que o Senhor apague sua memória ressentida.

O cérebro humano deveria ter uma tecla "reset", mas não tem! Seria bom simplesmente apagar os dados e ter uma reinicialização de emoções, bem como uma seleção de lembranças prazerosas, mas isso não acontece! O que pode acontecer em sua vida é você permitir que o Senhor apague sua memória. Como? Seguindo a orientação do Salmo 85.8: "Escutarei o que Deus, o Senhor, disser; porque falará de paz ao seu povo, e aos seus santos, contanto que não voltem à insensatez". Deixa Deus falar com você, aproprie-se da paz que vem dEle, e não seja insensato (tolo) em desobedecer seu ideal de graça e de perdão sobre a sua vida!

(c) Viva o dia de hoje como se fosse o seu último dia.

Os corpos das vítimas do vôo AF 447 estão sendo encontrados! As memórias dos familiares estão sendo remexidas em suas lembranças mais dolorosas! Mas, não posso me furtar de dizer que, muitas vidas se foram sem uma devida consideração do valor da própria vida! Existem muitos que se precipitam para a morte sem nunca terem vivido de modo significativo. São pessoas que levam para os seus túmulos amarguras e sentimentos de culpa justamente porque não aproveitaram os dias de sua vida com "coração sábio".

A vida passa com muita rapidez! O casamento pode e dever ser uma experiência das mais sublimes na humanidade! Mas, só poderá viver bem a dois, aqueles que souberem viver bem com Deus! A felicidade a dois (homem, mulher) depende do relacionamento a três (homem, mulher e Deus)!

Viva feliz com o seu cônjuge, mas não se esquece de perdoar, pois o seu coração não foi criado por Deus para ser um pântano de ódio, mas sim um manancial de alegria e vitalidade!

3 comentários:

Sandro-cel disse...

Bela palavra Pastor!
Se muitos dos nossos jovens pensassem nisso antes de se casar com certeza não teríamos tantos casamentos´perto do fim.

Abraço

Alessandro
Sapucaia do sul, RS

Danilo Fernandes disse...

Ola Ezequias! Vi seu link no blog do amigo Renato Vargens e vim conhecer!

Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/

Anônimo disse...

meus caros;
Parece que tudo isso que eu acabo de ler foi escrito para mim.
Tenho vivido justamente o contrário disso. E meu casamento se tornou uma bagunça por meu esposo dizer que sou muito rancorosa. Mais é verdade eu não o perdoo a menos que ele se mostre realmente arrependido. e o fato de não dar o braço a torcer quse acaba meu casamento. fico grata pelas palavras que li e acredito qeu vai ajudar muito em meu relacionamento!!