terça-feira, 11 de novembro de 2008

SÁBADO DIA 15, É ANIVERSÁRIO DA IBACEN. VENHA COMEMORAR COM A GENTE!

Um olhar para trás sempre vem caracterizado com uma dose de saudosismo e saudade. E, saudade é uma palavra triste, bem brasileira, uma vez que não existe em outra lingua excetuando o português uma palavra que exprime esse sentimento tão ingrato e ao mesmo tempo tão vital.

Só não sentimos saudades daquilo que nos causa dor, e mesmo em relação aos infortúnios da vida sentimo-nos presos de esperança por dias melhores onde galgaremos pelos degraus do desencanto até chegarmos ao topo de nossas mais angustiantes realizações.

Olhando para a IBACEN, nossa igreja querida aqui na Japuiba, me vejo nostálgico e apreensivo, pois cheguei para pastorear por aqui há exatos 15 anos, ainda um garoto com 19 anos e cheio de sonhos e projetos que, julgava eu na época, capazes de revolucionar a igreja que existia aqui ainda bem no inicio, com apenas 01 ano de existência e que reunia um grupo de aproximadamente 40 pessoas nos cultos de domingo à noite!

Estávamos na Rua Divinéia número 31, nosso primeiro endereço. Um templo acanhado, pequeno, com um pé de rosas na frente e uma goibeira no quintal atrás, com uma casa escura onde ficavam nossas crianças e se reuniam também os jovens e adolescentes em um banco de madeira. Nossa liderança era firme e madura, com peso de idade que superava os 50 anos, mas que vibrava em sonhos de que, uma igreja forte estava sendo plantada naquele lugar, e uma coisa eu percebi desde o meu primeiro contato com a igreja: a gente que aqui se reunia era briosa e valente!

Era em idos de 1994, o primeiro pastor da igreja foi o pr. Paulo de Souza Netto, que nunca havia morado em nossa cidade pois sua residência era em Resende, RJ, havia deixado a liderança espiritual da igreja em novembro do ano anterior e a liderança buscou um nome de consenso em sua "comissão de sucessão pastoral" e, houve acordo em convidar o então seminarista do segundo ano de seminário, Ezequias Amancio Marins. Convite feito e aceito, em maio de 1994 houve a posse no ministério pastoral titular com a presença de autoridades eclesiásticas da região.

O trabalho persistiu com galhardia e espírito de dedicação e afinco. Em 1997 a igreja foi tocada por Deus para a compra de um terreno de mais de 500 m2 em plena Estrada Angra Getulândia, ao lado do Campo da Porteira. Na época éramos 54 membros e o desafio nos pareceu, à primeira vista, impossível de ser alcançado.

Mas, aprouve a Deus, que mesmo com algumas resistências (incluindo pessoas de liderança) fizéssemos o negócio, antecipando R$ 5000,00 de entrada e quinze prestações de R$ 1000,00. Em um mês e meio já tínhamos o valor de entrada, o que inclui os recursos de um Bazar que montamos na Rua Itaperuna (casa da irmã Maria Cristina Pereira) e de doações dos membros e cooperadores.

Finalizamos o pagamento do terreno em 1998 com alegria e senso de dever cumprido. E já fizemos a sondagem do solo e as estacas que serviram de sustentação para a nossa obra que fôra terminada a ponto de nos mudarmos para lá apenas em 2006. O tempo de nosso ministério junto à igreja a partir de 2006 está sendo de solidificação dos principais valores de nossa igreja no anseio pelo derramamento sobre nós de um avivamento que seja bíblico.

Sonhamos com uma igreja fortemente amparada nos seguintes valores de um avivamento:

(a) Primeiramente, que seja marcado pela seguinte definição do que vem a ser um avivamento.

"Avivamento é uma época quando, por causa da atuação poderosa e soberana do Espírito, a preocupação com a glória de Deus é a questão mais importante na vida de muitas pessoas, quando os cristãos são reanimados na fé, pecadores são convencidos de que o evangelho é verdadeiro sendo levados à conversão."

(b) Necessitamos de um reavivamento de vida santa.

Sabemos que as pessoas virão até nós pelo testemunho de nossas vidas e não exatamente por termos nosso templo estabelecido em um local estratégico, termos uma placa anunciando o nosso nome, ou por termos em nossa liturgia algo que vá atrair as pessoas por si só... Cremos que as pessoas serão tocadas e influenciadas a seguirem a Jesus conosco pelo fato de ostentarmos uma vida piedosa e separada das coisas perniciosas deste tempo vil e pecaminoso. Assim como foi no século XVII na Inglaterra quando as igrejas estavam vivendo em frieza espiritual, e o pecado e a carnalidade alcançava números expressivos na sociedade, e o Senhor Deus resolveu intervir avivando o coração de John Wesley a buscar com coração aquecido o avivamento, e como resultado ele assistiu o derramamento do Espírito Santo de Deus marcando aquela geração, sonhamos com este tempo de graça sobre nossa igreja!

(c) Profunda Consciência de pecado.

Conta-se que o período denominado por alguns como “avivamento puritano”, depois da famosa pregação de Jônatas Edwards, “pecadores nas mãos de um Deus irado”, as pessoas agarravam-se às colunas do templo, tal era a consciência do pecado, aqui em nossa igreja sonhamos com essa demonstração de poder do Espírito Santo entre nós, quando o choro produzido em meio à exposição das Sagradas Escrituras toquem estruturas de ser mais profundas trazendo zelo pelas coisas de Deus e reconhecimento sincero de que, o pecado precisa ser tirado do meio de nós.

(d) A recuperação das Escrituras como única regra de fé e prática e de sua autoridade.

Os textos bíblicos que apontam para essa necessidade são vários, vou citar alguns:

"Porque derramarei água (simbolo da Palavra de Deus) sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha benção sobre a tua descendência e brotarão como a erva, como salgueiros junto às correntes de águas". (Isaías 44.3,4)

"Eis que vêm os dias, diz o Senhor Deus, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor." (Amós 8.11)

"Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado." (João 15.3)

Em tempos de avivamento tudo começa a acontecer apartir do derramamento da Palavra de Deus na vivência da igreja local, onde já não se encontra espaço para revelações humanas, invenções gedozistas de líderes mal-intencionados, ministrações de louvor mântricos e diabólicos, enfim novidades que maculam o verdadeiro evangelho do Senhor Jesus.

Que neste culto de aniversário da nossa IBACEN, estejamos juntos suplicando pelo favor do Senhor, a fim de que Ele nos dê a benção de vivermos um avivamento neste tempo tão cáotico que vivemos. Encerro com as palavras do cantico: "Faz um milagre em mim", de Regis Danese:

"Entra na minha casa, entra na minha vida, mexe com minha estrutura, sara todas as feridas. Me ensina a ter santidade, quero amar somente a Ti, porque o Senhor é o meu bem maior. Faz um milagre em mim!"

A Deus toda glória!

2 comentários:

SILVIA REGINA disse...

PARABENS PASTOR EZEQUIAS QUERIDO! COM LIBERDADE POSSO DIZER QUERIDO: PORQUE E ATRAVEZ DESTE SONHO QUE DEUS DEU A UM JOVEM COM APENAS 19 ANOS DE SER PASTOR E EU TAMBEM FIZ PARTE DESTA AMADA IGREJA LOUVO E AGRADEÇO A DEUS PELO TEMPO JUNTOS;DE CHORO,DE ALEGRIA,DE ESPERANÇA E COMUNHÃO.

PARABENS PELO SEUS 16 ANOS IBACEN

OS SONHOS DE DEUS SÃO MAIORES DO QUE OS NOSSOS SONHOS
POR ISSO PODEMOS ESPERAR EM DEUS COM PULPÍTOS E BANCOS AVIVADOS.

Bianca Nelis disse...

PARABÉNS IBACEN!!! PARABÉNS Pr. Ezequias!!!
Eu agradeço a Deus por fazer parte dessa amada Igreja que me acolheu com tanto amor quando buscou-me com ternura Jesus o bom pastor, achou-me na miséria e salvou-me com amor!!! A Deus toda glória para sempre. Que Ele mesmo continue abençoando o querido pastor e sua famíla e que vocês permaneçam ainda longos anos com a gente, quem sabe até Jesus voltar!!!
Vamos comemorar com grande festa este dia tão especial!!!!!!! bjs...